Fiocruz tem estratégia para antecipar vacinação contra a Covid-19 para janeiro

 

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) prepara uma estratégia para antecipar a campanha de vacinação contra a Covid-19 para janeiro de 2021. As informações são da Veja.

O Ministério da Saúde tem a previsão de iniciar a imunização contra a doença em fevereiro, com o produto desenvolvido pela Universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca.

Continua após a publicidade

Mas, em reportagem publicada no site da revista, o presidente em exercício da fundação, Mario Santos Moreira, endereçado ao presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Antonio Barra Torres, solicitou a importação de 2 milhões de doses da vacina, produzida na Índia, para antecipar o cronograma.

"Considerando o grave quadro sanitário imposto pela pandemia, e seus efeitos negativos em diversas áreas, sobretudo na aceleração dos números de mortes associadas à Covid-19, a Fiocruz vem explorando outras frentes que permitam antecipar a disponibilidade de vacinas”, argumenta a solicitação.

Continua após a publicidade

"A possibilidade de antecipação do início da vacinação pode, concretamente, reduzir o número de mortes. Essas tratativas lograram êxito e teremos à disposição o quantitativo de 2 milhões de doses a serem entregues em janeiro", diz o pedido.


De acordo com a reportagem, as vacinas serão fornecidas pelo Serum Institute of India, parceiro tecnológico da Fiocruz, fornecedor do Programa Nacional de Imunização. 

A estratégia envolve a importação de ao menos 20 milhões de doses do imunizante, que devem chegar ao país nas próximas semanas.

Postar um comentário

0 Comentários

×