Amigo conta detalhes da saúde de Michael Schumacher

Em entrevista, ele apontou que visita o ex-piloto com frequência, algo que já tinha deixado claro em outras entrevistas , mas dá a entender que Schumacher estaria com o mínimo de consciência. "Eu o visito regularmente e assistimos à TV juntos", disse ele, em entrevista publicada neste fim de semana no jornal holandês De Telegraaf.

Ele ainda falou sobre a batalha do alemão pela vida. "Sua luta continua, junto com sua família e seus médicos", revelou.

Questionado, porém, sobre se Schumacher tem consciência da carreira do filho, Mick, de 20 anos, que dá os seus primeiros passos na Fórmula 1 e é nome quase certo na categoria em 2021, Tody voltou a fazer mistério. "Não vou falar sobre isso, não quero entrar em detalhes porque é algo privado", disse ele, elogiando o filho do ex-piloto. "Mick é um piloto jovem e talentoso. Ele tem um nome de peso, mas vai precisar de tempo. É muito cedo para dizer se ele tem o talento de seu pai", falou.

Vale lembrar que Michael Schumacher chegou a ficar em coma induzido depois de sofrer danos cerebrais em razão de um acidente de esqui em 2013. Desde então, a família não passa informações sobre o seu estado de saúde.

As últimas informações divulgadas e não confirmadas pela família foram dadas pelo jornal inglês Mirror, que apontava que Schumacher estaria incapacitado e "preso" a uma cama, além de estar perdendo rapidamente toda a massa muscular do corpo, pois estaria sofrendo de uma grave atrofia muscular. Esta condição estaria totalmente relacionada ao fato de o ex-piloto sofrer de osteoporose.

Já o neurologista Erich Riederer, um dos maiores especialistas do mundo, falou sobre o momento vivido pelo piloto alemão. Em documentário na TMC, o médico suíço explicou que, após o longo período de coma e seu subsequente retorno para casa no Lago Genebra, Schumacher deve estar em uma situação muito complicada e provavelmente irreversível.

"Acho que ele está em estado vegetativo, o que significa que está acordado, mas não responde", disse o professor Riederer, acreditanto que o piloto está bem, mas em estado de dependência: "Ele está respirando, seu coração está batendo, ele provavelmente pode se sentar e dar pequenos passos com ajuda, mas não mais", diz.

Recentemente, Schumacher foi transferido para uma mansão na Espanha, para seguir o seu tratamento .

Postar um comentário

0 Comentários

×