Justiça determina bloqueio de R$ 29 milhões em bens de João Doria

 

O governador João Doria (PSDB) teve R$ 29 milhões em bens bloqueados pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP). A decisão foi tomada nesta segunda-feira (19) pelo juiz Randolfo Ferraz de Campos, que atua na 14ª Vara de Fazenda Pública.

A medida é consequência de uma ação promovida pelo Ministério Público do Estado de São Paulo, de 2018.

Doria é acusado de improbidade administrativa e dano ao erário por uso indevido de verbas públicas na época em que era prefeito. Os recursos teriam sido aplicados de maneira irregular para realização de publicidades do programa " Asfalto Novo ".

O programa tinha investimento previsto em R$ 350 milhões. Com a gestão de Doria , cerca de R$ 29,4 milhões do programa teriam ido para publicidade entre novembro de 2017 e março de 2018.

Quando Doria saiu do cargo em abril de 2018, o TJ-SP percebeu que "a partir de então, cessaram referidos dispêndios publicitários".

O "Asfalto Novo" teve início em 2017 e tinha como intuito recapear as vias da cidade de São Paulo.

Postar um comentário

0 Comentários

×