Com 571 novas mortes, Brasil passa a Itália em óbitos por milhão de habitantes

 


O Brasil registrou mais 571  mortes causadas pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) nas últimas 24 horas, fazendo o total subir para 126.640, segundo balanço divulgado neste domingo (6) pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). A alta corresponde a um crescimento de 0,5%.

O aumento fez o País ultrapassar a Itália em óbitos por milhão de habitantes, mostra a plataforma Worldometers de monitoramento de casos da Covid-19. O Brasil chegou ao número de 595, enquanto o país europeu ficou em 588.

Agora o Brasil está atrás apenas de San Marino (1.237), Peru (898), Bélgica (854), Andorra (686), Espanha (629), Reino Unido (611) e Chile (605), sendo que na semana passada foram ultrapssados também Estados Unidos (583) e Suécia (577).

Ainda de acordo com o Conass, os novos casos confirmados de Covid-19 são 22.540, totalizando 4.136.509. O aumento foi de 0,5%. Já a taxa de letalidade ficou em 3,1%.

Os dados incluem pessoas sintomáticas e assintomáticas, o que significa dizer que, nesse último caso, são pacientes que foram ou estão infectadas, mas não apresentaram sintomas da doença.

O consórcio de veículos da imprensa também divulgou seu levantamento, que foi fechado às 20h. Os dados mostram que o País registrou 456 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 126.686 óbitos. A média móvel nos últimos sete dias ficou em 827 óbitos, uma queda de 15% em relação a 14 dias atrás.

Em casos confirmados, já são 4.137.606 brasileiros com o novo coronavírus desde o começo da pandemia, 16.403 desses confirmados neste domingo. A média móvel de casos foi de 39.356 por dia, um acréscimo de 4% em relação aos casos registrados há duas semanas.

Postar um comentário

0 Comentários

×