Brasil se aproxima das 140 mil mortes pela covid-19, diz consórcio

 


O Brasil tem 139.883 óbitos e 4.659.909 casos confirmados de covid-19, segundo levantamento dos veículos de imprensa junto às secretarias estaduais de Saúde e divulgado nesta quinta-feira, 24.

O balanço, atualizado às 20 horas, mostra que no período de um dia foram registradas 818 vítimas e 32.129 testes reagentes para o coronavírus.

Os dados são compilados pelo consórcio de imprensa que reúne UOL, Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo, O Globo, G1 e Extra.

A média móvel, que contabiliza o número de óbitos da última semana, é de 693, uma redução de 1% se comparado a 14 dias atrás.

O estado de São Paulo tem um total de 958.240 casos de covid-19 e 34.677 mortes. A Bahia chegou a 301.248 registros da doença e 6.455 óbitos. Minas Gerais tem 278.901 casos de covid-19 e 6.983 mortes. O Rio de Janeiro contabiliza 257.985 casos e 18.037 mortes.

Bolsonaro diz que não fugiu da responsabilidade

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira, 24, que não fugiu de sua responsabilidade no combate à pandemia da covid-19.

Em evento na superintendência da Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Rio de Janeiro, Bolsonaro também voltou a dizer que o uso da cloroquina contra o novo coronavírus “vem dando certo”, apesar de o medicamento não ter eficácia comprovada contra a doença.

“Lamentavelmente tivemos essa pandemia, que eu acho que deveria receber outro nome no futuro, que influiu negativamente na política econômica no mundo todo”, comentou. “No Brasil, o tratamento da pandemia coube exclusivamente aos governadores e prefeitos por decisão do Supremo Tribunal Federal. Mas, desde o primeiro momento, não fugi da minha responsabilidade”, declarou.

Postar um comentário

0 Comentários

×