Dólar sobe com tensão comercial e à espera de payroll

 

O dólar se valoriza nesta sexta-feira, 7, em meio à escalada de tensões comerciais entre China e Estados Unidos e enquanto os investidores aguardam a divulgação dos dados do relatório oficial de empregos não-agrícolas de julho nos EUA, o payroll.

Às 9h20, o dólar comercial subia 0,4% e era vendido por 5,366 reais. A moeda americana também se fortalece contra os pares desenvolvidos e outras divisas emergentes. O índice Dxy, que mede o desempenho do dólar perante uma cesta de moedas fortes avança 0,6%.

O mal humor no mercado global tem como pano de fundo as investidas do presidente Donald Trump sobre as empresas de tecnologia da China. Nesta quinta-feira, 7, Trump assinou um decreto que bane as operações americanas dos aplicativos Tik Tok e WeChat em 45 dias, caso não sejam vendidas para uma empresa dos Estados Unidos. Após a medida, as ações da Tencent, controladora do WeChat, caíram 5% na bolsa de Hong Kong.

Segundo Trump, a medida foi necessária para “proteger a nação” e os dados pessoais dos americanos. Contudo, as atitudes de Trump contra a China tem sido cada vez mais interpretada como um jogo político, tendo em vista as eleições presidenciais em que o republicano aparece atrás, nas pesquisas, do candidato democrata Joe Biden.

 

Postar um comentário

0 Comentários

×