Profissionais da saúde brasileiros receberão vacina chinesa ainda em julho


Até 9.000 profissionais da saúde na linha de frente contra a covid-19 poderão receber a vacina em desenvolvimento pela empresa chinesa Sinovac no Brasil. As inscrições começam em 13 de julho, e as aplicações, no dia 20.
O processo é a 3ª etapa da testagem da vacina e foi autorizado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) na última 6ª feira (3.jul.2020). O Instituto Butantan, de São Paulo, conduz os estudos no país e irá coordenar a nova fase.

Eis as condições para se candidatar:
  • não ter sido infectado pelo novo coronavírus;
  • não participar de outro estudo;
  • não estar grávida ou planejar engravidar nos próximos 3 meses;
  • não ter qualquer doença instável ou que exija medicamento que possa alterar a resposta imune do organismo.

Locais de aplicação

Os testes serão realizados em 12 centros de pesquisas em 5 Estados e no Distrito Federal. Os participantes devem ser convocados depois de cada local clínico conceder a aprovação ética para o estudo.
Eis a relação das instituições inclusas na testagem:
  • Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (SP);
  • Instituto de Infectologia Emílio Ribas (SP)
  • Hospital Israelita Albert Einstein (SP);
  • Universidade Municipal de São Caetano do Sul (SP);
  • Hospital das Clínicas da Unicamp, em Campinas (SP);
  • Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (SP);
  • Centro de Saúde Escola da Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto (SP);
  • Universidade de Brasília (DF);
  • Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (RJ)
  • Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Fármacos da Universidade Federal de Minas Gerais (MG)
  • Hospital São Lucas da PUC (RS);
  • Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Paraná (PR).

Postar um comentário

0 Comentários

×