Bolsonaro não pode descumprir a Constituição, diz Gilmar


Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), teceu críticas, neste domingo (31), sobre a forma como o presidente da República, Jair Bolsonaro, vem conduzindo o Brasil.
Gilmar disse que, certas vezes, falta ao chefe do Executivo a compreensão de que ele foi eleito em uma democracia constitucional.
Em entrevista à emissora GloboNews, o magistrado declarou:
“O fato de o presidente ter tido quase 60 milhões de votos não o autoriza a descumprir a Constituição.”
Gilmar disse ainda que, pessoalmente, já falou a Bolsonaro que achava equivocada a participação dele em manifestações rotuladas como “antidemocráticas”.
Ao mencionar uma suposta escalada do discurso antidemocrático no País, Gilmar assegurou que atos que pregam a ruptura “não nos intimidam”.
O ministro do STF ressaltou que “não são elogiáveis manifestações antidemocráticas” e que elas “não apenas são inconstitucionais como também criminosas”.

Postar um comentário

0 Comentários

×