Bolsonaro classifica prisão de Queiroz como ‘espetaculosa’


O presidente Jair Bolsonaro disse nesta 5ª feira (18.jun.2020) que a prisão de Fabrício Queiroz, na manhã do mesmo dia, foi “espetaculosa”. A afirmação foi feita em sua tradicional live semanal.
“Deixo bem claro que não sou advogado do Queiroz e não estou envolvido nesse processo. O Queiroz não estava foragido e não tinham nenhum mandado de prisão contra ele. Tranquilamente, se tivessem pedido ao advogado, creio eu, o comparecimento a qualquer local, ele teria comparecido.”
Bolsonaro disse que foi avisado da operação pelo que chama de sistema de informação particular: “Amigos meus”.
Queiroz foi alvo da operação Anjo, 1 desdobramento da operação Furna da Onça, que cumpriu mandados de prisão e de busca e apreensão expedidos pela Justiça do Rio de Janeiro. A operação apura esquema de “rachadinha” na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro) –esquema em que funcionários são coagidos a repassar parte de seus salários.
O chefe do Executivo federal criticou veículos jornalísticos que publicaram sobre suposta ordem de mandado de busca e apreensão em uma casa de sua propriedade em Bento Ribeiro, no Rio. O imóvel alvo da ação é de uma funcionária do gabinete de Flávio Bolsonaro.
“Propagaram essa notícia por várias horas e me vincularam ao caso Queiroz. Lamento, mas isso é de praxe da grande mídia. Minha casa está fechada e não foi aquele que houve busca e apreensão”, disse o presidente.
Bolsonaro fez uma rápida transmissão, sem a habitual presença de 1 ministro ou integrante do governo.

Plano Safra

Na live, o presidente comentou o anúncio do Plano Safra, que terá R$ 236,3 bilhões de investimentos no período 2020-2021. Ressaltou que todos os países do mundo têm como premissa a segurança alimentar. “Todos os países querem fazer negócio conosco.” Bolsonaro enalteceu os recordes de produção agrícola no Brasil.

Crítica à OMS

O presidente criticou atitudes da OMS (Organização Mundial da Saúde) no combate à pandemia e as medidas de isolamento social.
“O Brasil não aguenta mais o fique em casa. A nossa querida OMS fica o tempo todo em 1 vai e vem, está deixando muito a desejar. Primeiro diz que a máscara protege, depois diz que não protege. A questão da hidroxicloroquina, não vamos mais sugerir, orientar, fazer pesquisas, depois volta atrás. Fala tanto em foco em ciência, com todo o respeito, o que menos tem de ciência é a OMS”.
“Lamento a quantidade de mortes, mas a questão dos números deixa muita gente em dúvida. Morreu de covid-19 ou com covid-19? Temos declarações de hospitais dizendo que 40% que entrou no óbito como covid-19 não eram de covid-19. Isso é muito triste”, afirmou o presidente.
De acordo com o Ministério da Saúde, foram registrados nesta 5ª feira (18.jun.2020) 22.765 novos casos de coronavírus em 24 horas. No mesmo período, mais 1.238 mortes foram confirmadas. É o 3º dia seguido com mais de 1.000 vítimas registradas.

Assista abaixo (24min23seg) à live do presidente nesta 5ª feira (18.jun):


Postar um comentário

0 Comentários

×