PF faz operação na residência oficial do governador Wilson Witzel


A Polícia Federal faz uma operação na manhã desta 3ª feira (26.mai.2020) no Palácio das Laranjeiras, residência oficial do governador do Rio, Wilson Witzel (PSC).
Em nota, a PF comunicou que a operação Placebo foi deflagrada com o objetivo de investigar desvios de recursos públicos destinados ao atendimento do estado de emergência de saúde pública decorrente da pandemia de covid-19 –doença causada pelo novo coronavírus.
São cumpridos 12 mandados de busca e apreensão no Rio e em São Paulo. As ordens foram expedidas pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça).

De acordo o site O Globo, 15 equipes da PF participam da ação e pelo menos 4 carros estão em frente à casa de Witzel desde o início da manhã. A equipe da Polícia Federal foi de Brasília ao Rio de Janeiro e chegou ao aeroporto pouco depois de 5h30m.
De acordo com investigações iniciadas no Rio pela Polícia Civil, pelo Ministério Público Estadual e pelo Ministério Público Federal, o esquema de corrupção envolveria uma organização social contratada para a instalação de hospitais de campanha e servidores da cúpula da gestão do sistema de saúde do Estado do Rio de Janeiro.

Jair Bolsonaro apoiou Witzel na eleição para o governo do Estado em 2018. Os 2 se tornaram opositores em 2019 depois que Witzel demonstrou vontade de se candidatar ao Planalto nas eleições de 2022.
Na pandemia de covid-19, eles divergem sobre as medidas de isolamento social. Já trocaram farpas publicamente. Bolsonaro afirmou que Witzel “usava a Polícia Civil do Rio” para destruir a família dele.
No vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, no qual Bolsonaro é investigado por interferir na Polícia Federal, o presidente chamou o governador carioca de “estrume”.

Postar um comentário

0 Comentários

×