Eduardo Pazuello: Quem é o general que assume Ministério da Saúde


Após a saída do médico Nelson Teich do Ministério da Saúde, nesta sexta-feira (15), o secretário-executivo da pasta, o general Eduardo Pazuello, assume interinamente o cargo.


Eduardo Pazuello também é considerado por parte dos funcionários do Palácio do Planalto como possível substituto efetivo para comandar o ministério, mas o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ainda não se pronunciou sobre sua decisão. Enquanto isso, o general seguirá como ministro interino.
Pazuello tem grande experiência na área de logística, mas "zero" em saúde segundo generais ouvidos pela coluna de Carla Araújo, no UOL . Dentre os companheiros de carreira do general, há quem ache que seria um erro político do presidente colocar um militar na Saúde, sem ser como interino. Quando assumiu o cargo de secretário executivo da pasta, Pazuello, afirmou para O Globo , que ficaria no cargo "até tudo se acalmar".
O interino nasceu no Rio de Janeiro e se formou na Academia Militar das Agulhas Negras, em 1984. Ele realizou o curso de Comando e Estado-Maior no Exército, na academia, e o de política e estratégia aeroespaciais, na Força Aérea Brasileira (FAB). Também fez curso de paraquedista, sendo mestre de salto; salto livre e avançado de salto livre.


Ele já foi tenente e capitão em Manaus (AM) quando participou de Operações na Selva e comandou da 12ª Região Militar, no Amazonas. Começou a prestar serviços diretamente para o governo quando coordenou, em 2018, a Operação Acolhida, ação para receber refugiados da Venezuela que chegavam a Roraima.
Também já exerceu funções de Planejamento, Programação e Controle Orçamentário do Comando Logístico, comando da Base de Apoio Logístico do Exército e coordenação logística das Tropas do Exército Brasileiro que foram usadas durante o Jogos Olímpicos e Paraolímpicos no Rio de Janeiro, em 2016.
Pazuello possui medalhas do Pacificador, Exército de Serviço Amazônico, Ordem do Mérito Militar Grande Oficial, Mérito Aeroterrestre, Mérito Tamandaré, Ordem do Mérito Aeronáutico Cavaleiro e Distintivo de Comando Dourado.
O general já foi elogiado por membros militares do governo, como o ministro da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos, que afirmou, ao UOL, que ele tem um currículo excelente. "Ele é excepcional em áreas de logísticas é conhecido por fazer acontecer".
Presidente dos Correios e general, Floriano Peixoto diz que o interino é "dotado de uma inteligência privilegiada e de uma capacidade de articulação invulgar". "Além dessas qualidades, trata-se de um oficial educado, integrador, metódico e extremante organizado, sendo, portanto, talhado para esse novo desafio".

O ex-ministro da Saúde, Nelson Teich, afirmou, quando Pazuello foi nomeado secretário-executivo, que "ele é uma pessoa muito experiente nisso [logística]. É uma pessoa que vem trazendo contribuições num momento em que a gente corre contra o tempo".

Postar um comentário

0 Comentários

×