Amapá é o primeiro estado a decretar lockdown total contra covid-19


A partir desta terça-feira, 19, entra em vigor o lockdown no Amapá. É o primeiro estado do Brasil a ter o isolamento total em todos os municípios por causa da pandemia do coronavírus. A medida foi anunciada pelo governador Waldez Góes (PDT) na última sexta-feira, 15, e tem o objetivo de achatar a curva de crescimento de casos da doença.
O estado tem quase 4 mil pessoas infectadas e mais de 100 mortes pela covid-19, segundo balanço divulgado pelo Ministério da Saúde. A medida tem validade por dez dias. Quem descumprir o decreto pode pagar multa.
“Mesmo com os esforços de todos nós, em especial da população que atende a recomendação de ficar em casa, o crescimento acelerado de casos da covid-19 nos obriga a adotar medidas mais rígidas de isolamento social”, disse o governador.
Serão montadas barreiras sanitárias em vários pontos, principalmente em seis bairros da capital Macapá, onde se concentram o maior número de casos. Nestes locais, agentes de segurança farão a checagem para saber se as pessoas estão em deslocamento considerado essencial. Haverá ainda a distribuição de máscaras e desinfecção de ruas, feiras e unidades de saúde.
Outra medida será o rodízio de veículos para reduzir em 50% a circulação da frota no estado. Nos dias pares circulam placas com final par e nos dias ímpares, as placas com final ímpar.
Somente comércios essenciais poderão abrir enquanto durar a medida. Estão nessa categorias supermercados, atacadões e farmácias.
Também na região Norte, outras sete cidades do Pará entram no lockdown a partir desta terça-feira. A medida de isolamento total havia sido decretada pelo governador Helder Barbalho (MDB) em dez municípios, incluindo Belém, na última semana.
A decisão de ampliar a restrição atendeu pedidos dos Ministérios Públicos Federal e Estadual para evitar o colapso na saúde do estado. O Pará tem 14.000 casos confirmados e mais de 1.200 mortes por covid-19.
O decreto tem validade até o dia 24 de maio. Só pode sair de casa quem for a um dos serviços considerados essenciais, como mercado, farmácia, bancos ou atendimentos de saúde. Quem descumbir pode pagar multa.
Além do Pará e Amapá, pelo menos mais quatro estados têm cidades em lockdown: Ceará, Maranhão, Rio de Janeiro e Pernambuco.

Postar um comentário

0 Comentários

×