Suécia não impõe nem quarentena nem isolamento contra coronavírus

A Suécia contrariou os demais países da Europa e não decretou o distanciamento social como política de contenção ao avanço do novo coronavírus.
O governo sueco limitou-se a aconselhar aos cidadãos que cada um “assuma a responsabilidade” e obedeça às recomendações das autoridades.
As autoridades pediram aos idosos com mais de 70 anos e às pessoas em grupo de risco que evitem contato com outras pessoas; e instituições de ensino superior também receberam a recomendação de ministrar aulas a distância.
Entre as medidas econômicas adotadas pelo governo do primeiro-ministro Stefan Löfven, está a redução no custo dos planos de saúde.
A ministra sueca das Relações Exteriores, Ann Linde, também lembrou que “cada um é responsável por seu próprio bem-estar, dos vizinhos e da comunidade. Isso se aplica em uma situação normal e se aplica em tempos de crise”, destaca o jornal Correio Braziliense.
Até o fechamento desta reportagem, o território sueco contabilizava 6.558 casos de Covid-19 confirmados e 391 mortos; 205 infectados se recuperaram.

Postar um comentário

0 Comentários

×