Ministério da Saúde quer fazer 50.000 testes diários em postos remotos


O Ministério da Saúde espera instalar diversos postos remotos de coleta de testes da covid-19 pelo Brasil. O objetivo da pasta é realizar cerca de 50.000 testes por dia e possibilitar a identificação de pessoas com sintomas leves da doença.
Atualmente, a média de testes diários no país é de apenas 4.200.
“Não é verdade que estamos testando pouco no Brasil. O que nós vamos fazer é testar mais, baseado numa estratégia de centros de coleta de emergência, com postos volantes para os casos leves”, disse o secretário de vigilância em saúde, Wanderson Kleber de Oliveira.
O Ministério espera fazer o atendimento por telefone com a população para avaliar a necessidade da realização dos testes com base na apresentação de sintomas. Se for necessária a testagem, a pessoa será orientada a comparecer em 1 dos postos remotos.
“Na unidade, vai ser coletada a amostra da pessoa. O resultado vai chegar para ela em até 36 horas depois, pelo celular. Queremos que esse prazo seja até menor, de até 24 horas”, afirmou Wanderson.
O projeto deve ser instalado primeiramente em Curitiba (PR) e no Rio de Janeiro. Posteriormente, será aplicado em São Paulo, que concentrará a maior rede de testes do país. O Estado tem o maior número de casos e óbitos pelo coronavírus.

Postar um comentário

0 Comentários

×