MBL diz que Bolsonaro tenta dar um ‘golpe de Estado’


O presidente da República, Jair Bolsonaro, participou, neste domingo (19), de manifestação em frente ao quartel-general do Exército Brasileiro, em Brasília.
Diversas personalidades do meio da política criticaram o gesto do presidente do Brasil.
O deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP), coordenador do Movimento Brasil Livre (MBL), comentou:
“Presidente que participa de manifestação em prol de golpe militar não é conservador, mas revolucionário. O MBL repudia a postura autoritária e antirrepublicana de Jair Bolsonaro, que se demonstra pequeno demais para o cargo que ocupa.”
Já o deputado estadual Arthur do Val (Patriota-SP), também ligado ao MBL, emendou:
“Quem dizia defender PM, desrespeita policiais. Quem defendia manifestações pacíficas, agride na rua. Quem votou, pedindo AI-5. Quem se dizia liberal e ‘colocou o Guedes na economia’, endossando intervenção militar.”
Em nota publicada no perfil oficial do MBL, o grupo diz que Bolsonaro se aproveita da pandemia de coronavírus para dar um “golpe de Estado”.

Postar um comentário

0 Comentários

×