Governo faz acordo que adia aumento no preço de remédios por 60 dias


O ministro da Casa Civil, Walter Braga Netto, anunciou nesta terça-feira que o governo fechou acordo com a indústria farmacêutica para adiar por 60 dias o aumento nos preços de medicamentos previsto para entrar em vigor no começo de abril, em meio ao avanço da pandemia de coronavírus.
No começo do mês, a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) definiu o Fator de Ajuste de Preços Relativos Entre Setores (Fator Y) em 1,20%, o que permite reajustes de 3,23% a 5,21% a partir de 1º de abril, de acordo com cálculos do Sindusfarma.
A rede de varejo farmacêutico RD já havia anunciado que não repassaria o reajuste anual nos preços de todos os medicamentos, ressaltando o atual contexto de crise gerada pela pandemia do novo coronavírus.

Postar um comentário

0 Comentários

×