Com notícia de pedido de demissão de Moro, bolsa cai mais de 2%


Em meio a informações de que o ministro da Justiça, Sergio Moro, teria pedido demissão do governo após ser informado pelo presidente Jair Bolsonaro de que o comando da Polícia Federal será mudado nos próximos dias, a bolsa intensificou sua queda na tarde desta quinta-feira (dia 23).
Segundo os jornais Folha de S. Paulo e Estado de S. Paulo, Bolsonaro está tentando reverter a decisão de Moro, que ficou incomodado com a intenção do presidente de substituir o diretor-geral Maurício Valeixo, que foi uma indicação sua.
Os investidores também reduziram o otimismo de ontem com a programação para o término da quarentena no estado de São Paulo a partir de maio pelo fato de o governador João Doria ter afirmado que regiões com baixa adesão ao isolamento social devem ficar de fora do plano.
Às 15h11 o principal índice da B3, o Ibovespa, operava em queda de 2,40%, para 78.749 pontos.
Durante a manhã, o Ibovespa chegou a se aproximar dos 82 mil pontos, após ter encerrado a sessão da véspera com alta firme.

Postar um comentário

0 Comentários

×