Breaking News

Auxílio emergencial em análise? Saiba como mudar situação


O auxílio emergencial, benefício para trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados que pertencem a famílias em situação de vulnerabilidade, começou a ser liberado no dia 9 de abril.
O calendário de pagamento do auxílio emergencial se estende pelos meses de abril e maio e cada grupo possui uma data específica para receber as parcelas de R$600 reais
Porém, muitos cidadãos ainda têm dúvidas sobre algumas questões. Um exemplo disso é o “tempo de análise”. O termo significa que as suas informações enviadas ainda estão sendo conferidas pelo governo antes de fazer a liberação do benefício. 

Somente o cadastro no aplicativo do auxílio emergencial ou no próprio site da Caixa não é o suficiente para garantir o recebimento do ‘coronavoucher‘. De acordo com o órgão, os dados serão validados pelo Governo Federal e, somente depois de aprovados, o benefício é liberado.
Para acelerar esse processo de aprovação, é possível fazer a verificação dos dados enviados. Quem já fez o pedido para receber o auxílio emergencial de R$ 600, mas errou ou esqueceu de incluir informações poderá refazer o cadastro.
Anteriormente o banco havia informado que não seria possível corrigir o cadastro enviado. Porém, nesta terça-feira (14), a Caixa anunciou que iria disponibilizar nas plataformas digitais a função de edição de dados para quem já teve o pedido analisado


O prazo estipulado pela Caixa para avaliar a solicitação é de até cinco dias úteis após o envio do cadastro. Após esse prazo, já é possível fazer os devidos ajustes no cadastro.

Como saber se meu auxílio emergencial foi liberado?

Para saber, basta consultar pelo site (clique aqui) ou pelo aplicativo informando o número do CPF. Ao acessar o site, clique na opção “acompanhe sua solicitação” e insira seus dados.
Em seguida, clique na opção “não sou um robô” e em “continuar”, como mostra a imagem abaixo.
auxilio emergencial

Postar um comentário

0 Comentários

×