Breaking News

Trabalhadores de montadoras devem parar até o final do mês


Nesta 2ª feira (23.mar), a maior parte dos mais de 100 mil trabalhadores das montadores entra em férias coletivas. Até o final deste mês de março a tendência é que a totalidade pare as atividades. A volta ao trabalho está prevista para a 2ª quinzena de abril, mas o retorno estará condicionado à evolução da pandemia.
As empresas associadas à Anfavea (Associação das fabricantes de veículos automotores) têm 125,6 mil empregados diretos. Na última sexta (20.fev), a BMW, Renault, FCA Fiat Chrysler, Honda, PSA Peugeot Citroën, BMW e Renault confirmaram o fechamento das linhas de produção.

Segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo –apesar de ter registrado 1 caso suspeito de Covid-19 na fábrica de Piracicaba (SP)–, a Hyundai Motors do Brasil é uma das raras montadoras que ainda não anunciaram férias coletivas. A unidade tem 2.500 funcionários. A produção foi interrompida na 6ª feira (20.mar) mas deve ser retomada no início da semana que se inicia. A empresa diz que estuda medidas conforme a evolução da doença.

Postar um comentário

0 Comentários