Regina Duarte demite bolsonaristas e já é criticada

 

Um dia antes de tomar posse na Secretaria da Cultura, Regina Duarte afastou 6 presidentes de órgãos da pasta. As demissões foram publicadas no DOU (Diário Oficial da União) desta 4ª feira (4.mar.2020).
Eis os nomes que deixam a pasta:
  • Paulo Cesar Brasil do Amaral – presidente do Ibram (Instituto Brasileiro de Museus);
  • Reynaldo Campanatti Pereira – secretário da Economia Criativa;
  • Rodrigo Maximiano Junqueira – secretário de Difusão e Infraestrutura Cultural;
  • Camilo Calandrelli – secretário de Fomento e Incentivo à Cultura;
  • Marcos de Almeida Villaça Azevedo – secretário de Direitos Autorais e Propriedade Intelectual;
  • Dante Mantovani – presidente da Funarte (Fundação Nacional de Artes).
A atriz Regina Duarte consolida seu “casamento” com o governo e toma posse na Secretaria Especial da Cultura às 11h desta 4ª feira (4.mar.2020). A cerimônia será no Salão Nobre do Palácio do Planalto.
Para assumir o cargo, Regina Duarte encerrou contrato com a TV Globo –mantido há mais de 50 anos.

#foraRegina

Na manhã desta 4ª feira (4.mar.2020), a hashtag #foraRegina chegou aos trending topics do Twitter.

O guru do governo Olavo de Carvalho –que tinha apoiado a indicação de Regina Duarte para o cargo– criticou as demissões. Em sua conta no Facebook, escreveu que a indicação da atriz foi mais uma “cagada sua”.

×