Breaking News

Pastor acusa Igrejas de serem “maricas” por lutarem contra coronavírus


Em pleno a pandemia do coronavírus, a fala de um pastor norte-americano tem tomado conta das redes sociais. Isso porque ele criticou a postura das Igrejas de lutarem contra a propagação do vírus.
Através de seu programa na internet, Jonathan Shuttlesworth afirmou que as igrejas europeias são um “bando de maricas”, por decidirem fechar as portas durante o estado crítico de saúde.

“Que vergonha para toda igreja europeia, bando de mariquinhas”, disse ele, que também afirma que as medidas de prevenção do coronavírus são “trabalho do diabo”, para não haver reuniões em massa.
“A Igreja Católica não tem água benta no saguão. Quão sagrada é a água então? Isso deve ser um sinal de que a sua religião é uma fraude. Qualquer fé que não funcione na vida real é uma fé falsa. Totalmente falsa”, afirmou.

O vídeo tem viralizado nas redes sociais, onde tem sido visto de maneira negativa. “Não fiquem chateados porque os gays são aceitos e amados pelo rei altíssimo sim”, disse uma internauta. “Então por que você não vai para o Irã ou Coreia ou Itália para orar pelas pessoas doentes?”, sugeriu outra.

Aqui no Brasil um pastor Silas Malafaia ganhou destaque na mídia nas últimas semanas após ter um posicionamento parecido e ter se recusado a fechar sua igreja para cultos. A decisão contraria as medidas da OMS.