Breaking News

Covas determina o fechamento de lojas na capital de São Paulo


Bruno Covas (PSDB), prefeito de São Paulo, anunciou, nesta quarta-feira (18), a determinação para fechar lojas na cidade para conter o avanço do novo coronavírus na capital paulista.
Apenas padarias, farmácias, restaurantes, supermercados, postos de gasolina e feiras livres terão autorização de funcionamento até 5 de abril.
Covas decretou estado de emergência na cidade na última terça-feira (17), conforme ato publicado no Diário Oficial do Município.
Confira outras notícias recentes sobre o surto de coronavírus no Brasil:

A Secretaria de Estado da Saúde recebeu, na tarde desta quarta-feira (18), o exame que confirma o primeiro caso de Covid-19 no estado, doença provocada pelo coronavírus. Trata-se de um homem de 60 anos, residente no município de João Pessoa, com histórico de viagem para Europa.

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), decretou situação de emergência no Estado devido ao avanço do novo coronavírus. O conjunto de medidas entrou em vigor nesta quarta-feira, 18, e tem validade de sete dias.

O atacante Dori, com passagens por Fluminense e Náutico, é o primeiro jogador brasileiro contagiado pelo novo coronavírus. O atleta de 30 anos teve o contágio confirmado pelo seu clube, o Meizhou Hakka, da segunda divisão, e está em tratamento em um hospital no sul da China.

A medida foi determinada pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) e integra o plano com ações coordenadas para prevenir a disseminação do Covid-19 no DF. A partir de agora, bombeiros ficarão posicionados nos pontos de desembarque, tanto nacional quanto internacional.

A decisão é uma das alternativas para impedir o avanço do novo coronavírus. “Nós avaliaremos a possibilidade de redução da jornada de trabalho dos shoppings, mas entendemos que agora a medida tem que ser mais dura”, ressaltou o prefeito ACM Neto (DEM).
×