Guto Ferreira não é mais técnico do Sport

 

O Sport confirmou na noite desta quinta-feira (13) a demissão do técnico Guto Ferreira, que deixou o clube pernambucano após a eliminação precoce na Copa do Brasil para o Brusque. Em comunicado oficial divulgado no Twitter, o clube agradeceu aos serviços prestados pelo treinador e desejou sorte à Guto em seus próximos desafios. No comando do Sport em 2019, o treinador se sagrou campeão pernambucano e vice-campeão da Série B, o que garantiu uma renovação de contrato ao final da temporada.
A situação de Guto Ferreira, responsável pela campanha que confirmou o rubro-negro na 1ª divisão em 2020, começou a se complicar no início deste ano. No comando do time, ele somou apenas 2 vitórias em 9 jogos disputados, caindo logo na 1ª fase da Copa do Brasil e comprometendo o planejamento esportivo e financeiro do clube para o restante da temporada.

O Sport disputa atualmente o Campeonato Pernambucano e a Copa do Nordeste. Em 2020, o time ainda terá no calendário a Série A do Campeonato Brasileiro.

A CARREIRA DE GUTO FERREIRA

Aos 54 anos de idade, Guto Ferreira é um técnico experiente e de currículo extenso dentro do futebol brasileiro. Ele começou a carreira profissional em 2002, comandando o Internacional em 3 jogos oficiais naquela temporada. Após passagens pelo futebol português e clubes brasileiros de menor expressão, Guto se destacou na Chapecoense entre 2015 e 2016, ajudando o time catarinense a se consolidar dentro do cenário nacional. Nos últimos anos, além da Chape, ele passou por Internacional, Bahia e, por último, o Sport. No Leão, Guto Ferreira comandou a equipe em 54 jogos e venceu 25.
×