Breaking News

Comida de carnaval: pratos que dão aquele gás para a maratona de bloquinhos

Para aguentar antes, durante e depois da folia, nada melhor que receitas leves, mas nutritivas - Getty Images 

Se o Carnaval está mais com cara de maratona do que de festa, com tantos bloquinhos, trios elétricos e after parties, e você não tem preparo físico de atleta, o jeito é mirar no prato para dar conta da agenda. Sim, o segredo para obter energia e pique suficientes para aguentar o ritmo da folia está na mesa.
Para começo de conversa, sair às ruas sem se alimentar adequadamente é um erro. Somado à hidratação inadequada, é praticamente certeza de passar mal. E outra, consumir algo leve demais não ajuda muito.
"Não supre as necessidades metabólicas e proteicas do nosso corpo", aponta o chef Lucas Benute, coordenador do curso de Gastronomia da Anhanguera Santana.

RECEITAS LEVES PARA A FOLIA

O que não pode faltar no prato

Quer dizer, a dieta do pré ao pós-carnaval até pode ser mais comedida, desde que o alimento seja rico em água e nutrientes necessários ao organismo.

Água numa mão, e comidinhas saudáveis na outra para não perder o pique - Getty Images
Água numa mão, e comidinhas saudáveis na outra para não perder o pique
Imagem: Getty Images
Itens processados vão na contramão disso tudo, viu? "Nesse período, deve-se manter uma alimentação 'de verdade', ou seja, com menos embalados e mais descascados, o que é imprescindível para garantir disposição e energia", frisa Luanna Caramalac Munaro, nutricionista funcional e integrativa.
Segundo a especialista, para dar o gás na pré-folia, a dica é investir em carboidratos complexos - como: mandioca, batata, inhame, arroz integral -, aliados a fontes de proteínas, como ovos, carne vermelha magra, frango e peixes. Também não podem ficar de lado vegetais, legumes e frutas. "Espinafre, agrião, couve, cenoura, abobrinha, banana, acerola e abacate são boas indicações", assinala o chef Lucas Benute.
O chef Lucas também sugere feijão e soja, ricos em água, proteínas, fibras e carboidratos. Para quem é fã de massa, o macarrão à primavera também é alternativa.
Eva Monteiro de Carvalho, fundadora do Yellow Mango, acrescenta que, para garantir no consumo de todos os tipos diferentes de nutrientes e minerais, o ideal é deixar seu prato o mais colorido possível - ou seja, bem vibe carnaval, não é mesmo?

Sem abusos, por favor!

"O ideal é fazer três refeições diárias. E nada de comer em grande quantidade para compensar uma refeição, pois a digestão será mais lenta e vai trazer aquela sensação de estufamento", avisa Gisele Pontaroli Raymundo, nutricionista e professora do curso de Nutrição da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR).
Da mesma forma, pratos de digestão lenta, como aqueles com muita carne vermelha ou uma feijoada, não combinam nada, nada com os dias de folia.

Lanchinho no bloco, sim ou com certeza?

Para quem pretende ficar horas atrás dos blocos e trios, uma boquinha no meio do fervo ajuda a restaurar a energia. Na pegada rápida e prática, valem snacks variados, como: sementes de girassol ou de abóbora tostadas no forno; barrinha de cereais e/ou de proteínas; chocolate e biscoitos.
"Frutas frescas, como banana, maçã, pera, pêssego ou ameixa, também são indicadas", sugere Gisele, da PUCPR. Mix de castanhas e lascas de coco seco fresco também são bem-vindos, segundo Luanna.

Frutas, barrinhas e cereais ajudam a não perder o pique da folia - Getty Images
Frutas, barrinhas e cereais ajudam a não perder o pique da folia
Imagem: Getty Images

Para evitar a ressaca, hidratação!

Pratos adequados são fundamentais para garantir o pique durante as horas intensas sob o sol. Mas para fugir da desagradável ressaca que costuma acompanhar o carnaval, o segredo é a boa e velha hidratação mesmo - através de água ou alimentos com bastante líquido.
"Nenhum alimento previne a ressaca proveniente da ingestão excessiva de álcool e beber com o estômago vazio acelera os efeitos do álcool no organismo", lembra Gisele.
Há, porém, alimentos que ajudam na metabolização do álcool e diminuem um pouco os sintomas da ressaca. "Um deles é a cisteína, aminoácido que colabora na eliminação de toxinas do fígado devido ao álcool. É encontrada em carnes magras, ovos, leite, semente de girassol e nozes", lista a nutricionista da PUCPR. Vitaminas do complexo B (B2, B6 e B12) também ajudam.

Lanchinhos com frutas, por exemplo, ajudam a segurar a saúde na folia - Getty Images
Lanchinhos com frutas, por exemplo, ajudam a segurar a saúde na folia
Imagem: Getty Images
Além disso, alimentos ricos em água (vegetais e frutas frescas) ajudam na hidratação do corpo. "Um pepino, por exemplo, tem bastante água em sua composição", pontua Eva Monteiro de Carvalho, fundadora do Yellow Mango.
Chuchu, rabanete, nabo, tomate, couve-flor, cenoura, melancia, melão e abacaxi também integram a lista. Ah! O tofu também apresenta quantidade generosa de água.
A ingestão hídrica, sobretudo para quem não abre mão de bebidas alcoólicas, deve ser de, no mínimo, dois litros de água por dia. "Isso ajuda a diminuir e, às vezes, até excluir a ressaca no dia seguinte", observa Luanna.

RECEITAS LEVES PARA A FOLIA