Bolsonaro diz que desfile da Mangueira desacatou religiões

 

O presidente Jair Bolsonaro criticou nesta 3ª feira (25.fev.2020) o enredo da escola de samba Estação Primeira Mangueira, apresentado no domingo (23.fev.2020) durante o desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro.

Em 2020, a Mangueira retratou 1 Jesus de “rosto negro, sangue índio, corpo de mulher” na Sapucaí. O samba-enredo, intitulado “A Verdade vos fará Livre”, apresentou críticas a Bolsonaro ao dizer que não há “messias de arma na mão”, em referência a defesa do porte e posse de armas do presidente.
Em live no Facebook, caminhando pela Praia Grande, no litoral paulista, acompanhado de seguranças, o presidente criticou a capa do jornal Folha de S.Paulo desta 3ª (25.fev), que diz que a “Mangueira usa imagens de Jesus para criticar Bolsonaro”. Para ele, a escola desacatou as religiões.
“Vamos ver a reação do povo aí. Um dia vou ter alguma vaia também, né? E a imprensa vai divulgar. A Folha de S.Paulo, hoje, foi buscar uma imagem no carnaval do Rio, uma imagem de uma escola de samba desacatando as religiões, né? Cristo levando uma batida de policial. Faz uma vinculação comigo. Estão buscando uma imagem no Rio para me atingir”, disse.

Assista à transmissão ao vivo feita pelo presidente (31min23seg):
Também estavam presentes o deputado federal Helio Lopes (PSL-RJ) e seu filho, o senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ). Em 1 momento da transmissão, o presidente foi cercado por apoiadores aos gritos de “mito”.
Palmeirense, Bolsonaro estava usando uma camisa do Goiás Esporte Clube e disse que era uma uma homenagem ao governador do Estado, Ronaldo Caiado (DEM). “Fico 24 horas por dia com ela. Em homenagem ao Caiado, hein”, disse.
O presidente Jair Bolsonaro estava usando uma camisa de time do Goiás Reprodução/YouTube – 25.fev.2020

Luiz Eduardo Ramos também critica

No Twitter, o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, também criticou a Mangueira. Segundo ele, “não é razoável” usar a imagem de Jesus Cristo como a escola de samba fez.
“Sou defensor da liberdade de expressão , valor importante na Democracia !! Mas como Cristão não creio ser razoável usar a figura de Jesus, filho de Deus da forma que a escola de samba Mangueira fez !! Independente dos que acreditam ou não, respeitem os Católicos e Cristãos !!”, disse Ramos.


×