Witzel diz que água chegará às torneiras sem cor e sem cheiro em uma semana

 
O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), disse nesta 5ª feira (24.jan.2020) que a expectativa é de que em uma semana o fornecimento de água na região metropolitana do Rio seja normalizado. “A previsão que eu tenho é que provavelmente em uma semana a água vai estar chegando na casa das pessoas, sem sabor e sem cor”, afirmou o governador durante visita à Estação de Tratamento de Água do Guandu, em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense.
Witzel lembrou, no entanto, que ainda tem água nas caixas de captação dos consumidores e, por isso, pode levar 1 tempo maior para ficar sem cheiro e sem cor. “Tem caixa d’água, o cano. Em uma semana a gente vai entregar em condições, agora, vai levar 1 tempo maior para aquelas residências que têm cisternas. Ninguém vai precisar jogar essa água fora. Pode usar essa água para o próprio consumo”, indicou.
A Cedae (Companhia Estadual de Águas e Esgotos) começou nesta 5ª feira (23.jan) a usar carvão ativado no tratamento de água para normalizar o fornecimento. Desde o começo do mês, moradores de localidades que recebem atendidas pela ETA do Guando reclamam de turbidez e mau cheiro na água.
Durante visita técnica à estação do Guandu, o governador disse que, apesar das características alteradas, a água fornecida pela companhia é própria para o consumo. Durante a coletiva de imprensa, ele tomou água fornecida pela companhia. “Nunca, desde o momento que tivemos esse alarmismo, a água ficou imprópria para o consumo”, assegurou.
×