Header Ads

Desafio 27 Dias Para Secar

Breaking News

Líderes do Irã falam em vingança por morte de general em bombardeio

 

Líderes iranianos declararam vingança nesta 6ª feira (3.jan.2019) ao assassinato do general iraniano Qassim Soleimani promovido pelos Estados Unidos. No Twitter, o presidente do Irã Hassan Rohani, o líder religioso aiatolá Ali Khamenei e o ministro das Relações Exteriores do Irã, Javad Zarif, criticaram o ataque.
O bombardeio foi ordenado pelo presidente dos EUA, Donald Trump. Na madrugada desta 6ª feira (3.jan.2019) drones americanos dispararam contra 1 comboio que estava saindo do aeroporto de Bagdá, no Iraque.
Em sua conta na rede social, Hassan Rohani disse que a bandeira do general Soleimani era em defesa da integridade territorial do Irã e da luta contra o terrorismo e extremismo. “O caminho da resistência aos excessos dos EUA continuará”, escreveu.



Soleimani, assassinado no ataque, era o mais alto comandante do setor de inteligência e das forças de segurança do Irã. Coordenou operações militares nos últimos 20 anos.

O líder religioso aiatolá Ali Khamenei decretou 3 dias de luto no país. Também se comprometeu a “vingar” a morte de Soleimani.
Zarif disse que o assassinato no bombardeio promovido pelos EUA foi extremamente perigoso e “uma tola escalada”.


×