Damares erra ao comparar custo de viagens de Bolsonaro com o da gestão Dilma

 

A ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos) errou ao tentar comparar os gastos de viagens do governo do presidente Jair Bolsonaro com o das gestões petistas.
No Twitter, Damares publicou duas manchetes: uma da revista Exame e outra do site Terra. A primeira é intitulada “Governo gastou R$ 484 milhões com viagens em 2014” e a segunda, “Bolsonaro gastou R$ 8 milhões com viagens em 2019”.
“Vamos comparar? E os esquerdopatas ainda dizem que o Governo BOLSONARO é um governo de retrocessos! Vamos deixar o povo julgar!”, escreveu a ministra. As reportagens, porém, utilizam uma base de dados diferentes.
O primeiro texto, sobre os gastos da gestão Dilma Rousseff, trata do total de despesas que o governo federal teve com viagens, incluindo os custos de ministérios e de autarquias. Já a segunda notícia contabiliza apenas as despesas da Presidência da República.
De acordo com o Painel de Custeio do Ministério da Economia, o governo federal gastou R$ 497,2 milhões com passagens aéreas até outubro de 2019. A Presidência da República desembolsou R$ 11 milhões no mesmo período.

×