Coronavírus tem 2 casos de infectados que não estiveram na China

 

Os primeiros casos de infecção doméstica do coronavírus foram divulgados nesta 3ª feira (28.jan.2020) na Alemanha e no Japão. A doença foi transmitida de pessoa a pessoa (sem o intermédio de 1 hospedeiro animal) fora da China, onde o surto começou. As informações são do jornal The Guardian.
Na Alemanha, 1 funcionário da multinacional Webasto teve o diagnóstico confirmado na noite dessa 2ª feira (27.jan). Ele participou de 1 treinamento ministrado por uma colega chinesa em 21 de janeiro. A mulher visitara os pais em Wuhan antes de embarcar para a Europa, mas só começou a se sentir mal ao voltar para sua casa em Xangai, no dia 23.

O homem está hospitalizado e isolado, mas “passa bem“, de acordo com as autoridades. Quarenta pessoas que tiveram contato com ambos os funcionários estão sendo monitoradas.
No Japão, 1 motorista de ônibus transportou 2 grupos de turistas de Wuhan. O homem de 60 anos vive no distrito de Nara e foi hospitalizado com sintomas de gripe no dia 25.
O contágio fora da China não surpreende os especialistas. Para Paul Hunter, professor  de Medicina da Universidade de East Anglia, o caso da Alemanha é o mais preocupante.
“Se a mulher chinesa estava de fato assintomática durante o treinamento, isso confirmaria a transmissão antes da manifestação dos sintomas -o que tornaria as medidas padrão de controle menos efetivas”, explica o acadêmico.
×