Breaking News

Petrobras paga R$ 34,2 bilhões para a União por blocos adquiridos em leilões

 

A Petrobras concluiu nesta 6ª feira (27.dez.2019) o pagamento do bônus de assinatura referente aos blocos arrematados nos leilões de óleo e gás de 2019. Segundo comunicado da empresa, foram repassados R$ 34,2 bilhões à União.
Desse total, R$ 28,7 bilhões são destinados para o pagamento da 2ª parcela do bônus de assinatura das áreas arrematadas no megaleilão do pré-sal, realizado em 6 de novembro. O valor é pago ao governo pelo direito de explorar óleo e gás.

Ao todo, a empresa desembolsou R$ 63,1 bilhões com o leilão da cessão onerosa. Durante o certame, a Petrobras arrematou as áreas de Búzios –em parceria com as estatais chinesas Cnodc e Cnooc– e Itapu, sozinha. A 1ª parcela, de R$ 34,4 bilhões, foi paga em 12 de dezembro.
O repasse desta 6ª feira também inclui o pagamento do bônus de assinatura de R$ 1,4 bilhão referente ao bloco CM-477 adquirido na 16ª Rodada de Licitações sob regime de concessão. Ainda, R$ 4 bilhões pela aquisição do bloco Aram na 6ª rodada de licitações no regime de partilha de produção.
De acordo com o comunicado da empresa, a participação nas rodadas promovidas pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) em 2019 “está alinhada à estratégia de longo prazo da companhia, com foco na exploração e produção de ativos de classe mundial em águas profundas e ultraprofundas.”
O próximo passo é a assinatura dos contratos de concessão e de partilha de produção –prevista pra acontecer em fevereiro e março de 2020, respectivamente.