Header Ads

Desafio 27 Dias Para Secar

Breaking News

Dólar sobe, fecha a R$ 4,215 e bate novo recorde

Nota; dinheiro; dólares; US$ 100; cem - Getty Images/iStockphoto

O dólar comercial fechou o dia em alta de 0,53%, a R$ 4,215 na venda, nova máxima nominal para o fechamento do dia desde a criação do Plano Real. Na segunda-feira (18) o dólar já tinha batido o recorde nominal.
O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para turistas, o valor sempre é maior.
Apesar da marca, de fato, ser o maior valor nominal (valor sem correção) para o dólar desde que o Real foi implantado, ele não leva em conta a inflação tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos.
Fazer esta correção é importante porque, ao longo do tempo, a inflação altera o poder de compra das moedas. O que se podia obter com US$ 1 ou R$ 1 em 2002 não é o mesmo que se pode comprar hoje com as mesmas quantidades de cada moeda.
Assim, levando em conta a inflação nos EUA e no Brasil, o pico do dólar pós Plano Real ocorreu no fim do governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), em 22 de outubro de 2002. O valor atualizado é de R$ 7,577. O valor nominal na época foi de R$ 3,9522.