Header Ads

Breaking News

Collor é alvo da PF por esquema de lavagem de dinheiro de R$ 6 milhões

Crédito: Waldemir Barreto/Agência Senado 

Ex-presidente e atual senador é investigado por utilizar laranjas para ocultar sua participação no esquema. Ele pode ser responsável por arrematações de imóveis nos anos de 2010, 2011, 2012 e 2016

Rio – O ex-presidente e atual senador Fernando Collor de Mello (PROS-AL) é alvo da Operação Arremate deflagrada na manhã desta sexta-feira pela Polícia Federal. O objetivo é combater um suposto esquema de lavagem de dinheiro por meio de compras de imóveis disponibilizados pelo poder público.
O Supremo Tribunal Federal autorizou 16 mandados de busca e apreensão em Maceió (AL) e Curitiba (PR).
Collor é investigado por utilizar laranjas para ocultar sua participação no esquema. Ele pode ser responsável por arrematações de imóveis em leilões públicos nos anos de 2010, 2011, 2012 e 2016.
De acordo com a Polícia Federal, as compras serviriam para esconder e dissimular a utilização de recursos de origem ilícita, bem como viabilizar a ocultação patrimonial dos bens e convertê-los em ativos lícitos.
Os valores das arrematações sob investigação são de aproximadamente R$ 6 milhões, sem as correções.