Header Ads

Breaking News

Fãs desistiram de The Walking Dead e Game of Thrones por estes motivos

 

Se ficarmos com raiva ou entediados com alguma coisa, há muitas outras opções disponíveis na TV, então o consumidor maduro está dentro do direito de deixar uma série por conta de um episódio que odiou.
Parece insensato, mas abandonar uma série que ficou uma droga com o passar do tempo é sempre a melhor escolha, já que assistir algo só porque uma vez teve qualidade não é muito saudável.
Aqui estão dez momentos que fizeram espectadores fiéis deixarem de assistir uma série, como The Walking Dead ou Game of Thrones, e as razões pelas quais eles ficaram tão incomodados.

Noite do casamento de Sansa – Game Of Thrones

Em geral, a quinta temporada de Game Of Thrones é considerada bastante deprimente, envolvendo grande nível de miséria e sofrimento.
Stannis queima sua filha viva, Arya fica cega e Jon Snow é esfaqueado até a morte. Era uma coisa pesada para espectadores de longa data, embora para muitos o momento mais devastador tenha sido o casamento de Sansa com Ramsey.
Ramsey ser um monstro absoluto não era segredo, e sua noite de núpcias é tão infeliz quanto todos esperavam. A cena é habilmente interpretada pelos atores e a tensão é desconcertante, e embora não mostre nada de gráfico, as consequências emocionais tornam a cena insuportável.
Os espectadores não tiveram papas na língua em expressar sua indignação com a cena e sentiram que ela cruzou a linha.

A ressurreição mágica de Sara – Prison Break

A morte abrupta de Sara perturbou os telespectadores. Em uma tentativa de apaziguar os fãs decepcionados, foi revelado que Sara estaria voltando para a quarta temporada de Prison Break, com sua morte sendo uma elaborada encenação dos vilões.
Essa reviravolta ridícula fez com que muitos desistissem da série, e a queda acentuada nos índices de audiência fez com que a quarta temporada fosse a última antes de ser cancelada.

A “morte” de Brian – Uma Família da Pesada

Uma Família da Pesada foi vítima da “Síndrome de Simpsons”, sendo uma série animada que perdeu sua criatividade há muito tempo. Um exemplo disso aconteceu na décima temporada, quando o cachorro Brian é morto em um acidente de carro.
Foi um enredo emocionante, mas acabou sendo um breve truque para atrair mais audiência. Brian, que nunca tinha morrido de verdade, “voltou à vida” alguns episódios depois.

O novo elenco – Scrubs

Scrubs meio que já tinha acabado na oitava temporada, mas o canal exigiu que fosse encomendada uma nova temporada, com uma mistura do antigo elenco com novatos.
Ficou claro desde o primeiro episódio que não daria certo. Os novatos não eram nada cativantes, com Dave Franco, em particular, sendo opressivamente detestável.

Fonzie salta pelo tubarão – Dias Felizes

Fonzie é o símbolo internacional de como ser legal. Mesmo sendo coadjuvante, rapidamente roubou o show em Dias Felizes, clássica série de TV. No entanto, Fonzie também teve seus momentos estúpidos.
Na quinta temporada, havia um episódio em que Fonzie simplesmente saltava por um tubarão. O motivo? O ator Henry Winkler era um bom esquiador aquático. O elenco relutou antes de gravar essa cena sem sentido, mas os produtores acharam que seria divertido.

Um banho muito longo – Dallas

Quando Dallas começou a perder muita audiência, foi decidido trazer de volta o ex-astro Patrick Duffy para atrair os telespectadores. Era um problema porque seu personagem tinha morrido na temporada anterior.
A explicação para seu retorno? Tudo não passava de um sonho. No final da nona temporada de Dallas, o personagem é encontrado tomando banho pela sua ex-mulher, e os eventos de toda a temporada são revelados como parte de um pesadelo que ela estava tendo.

O desaparecimento de Mulder – Arquivo X

Uma série raramente dura muito quando o protagonista a deixa. Arquivo X era sobre o relacionamento de Mulder e Scully, então a saída de um dos atores claramente deixaria um grande vazio.
Foi exatamente o que aconteceu quando David Duchovny decidiu sair do programa, em parte por causa de uma disputa contratual e em parte porque ele queria fazer filmes. A audiência respondeu muito mal a essa saída.

A explosão nuclear – 24 Horas

Fãs de 24 Horas tinham todos os motivos para estar animados com a sexta temporada, mas apesar do início promissor, os episódios ficaram decepcionantes.
O quarto episódio dessa temporada foi particularmente desapontador, terminando com uma equipe da SWAT vasculhando um depósito onde terroristas estão montando uma mini-bomba nuclear, que acaba sendo detonada e mata parte da cidade.
Realmente foi surpreendente, mas aconteceu cedo demais. Mais problemático que isso é que esse importante evento foi praticamente ignorado depois.

Conheça Lucille – The Walking Dead

A sexta temporada de The Walking Dead foi muito focada em construir a reputação de Negan através de várias menções ao seu nome, terminando com um infame cliffhanger.
Quando as mortes acontecem, elas são apropriadamente grosseiras e terríveis, já que testemunhamos dois personagens queridos tendo suas cabeças massacradas. Este episódio deixou os espectadores furiosos por causa da execução desta cena, mais a narrativa vazia e manipuladora.
The Walking Dead perdeu nada menos que seis milhões de telespectadores desde que este episódio foi ao ar.

Os jóqueis do mal – Os Simpsons

É difícil identificar cientificamente o momento exato em que Os Simpsons perdeu a criatividade. Foi um declínio gradual.
Um episódio particularmente terrível é “Saddlesore Galactica”, da décima primeira temporada, em que os Simpsons entram em uma casa de corridas, enfrentam alguns jóqueis malvados – que são elfos disfarçados – e Bill Clinton faz uma participação especial.
Já era um episódio ruim, que é piorado pela reviravolta estúpida. Até hoje, é tido como um dos piores episódios de Os Simpsons.