Breaking News

Tubarão 'mais rápido do mundo' aparece morto em praia de Santa Catarina

Reprodução/Facebook 

Um tubarão raro da espécie Isurus Oxytinchus, conhecido como anequim e considerado entre os mais rápidos do mundo, foi encontrado morto na manhã de hoje em Itapema, litoral de Santa Catarina. O corpo do animal desapareceu antes de o Corpo de Bombeiros ou de a equipe do Museu Oceanógrafo da Univali (Universidade do Vale do Itajaí) chegarem ao local.

O tenente do Corpo de Bombeiros Luann Leon Chrun, disse que ao chegar à praia soube que o animal havia sido levado por banhistas.

Na segunda à noite, ainda segundo o tenente, o animal estava encalhado e foi socorrido pelos bombeiros. De acordo com Chrun, a operação foi rápida, e o tubarão de dois metros de comprimento parecia cansado.

O professor Jules Soto, curador do Museu Oceanógrafo, lamentou o sumiço do animal. "É raro ver um anequim na costa, quando acontece é sempre um animal jovem", disse.

Sem o corpo, é difícil saber a causa da morte. Soto cogita algumas hipóteses, como infestação de parasitas, ferimentos internos ocasionados pela pesca predatória ou disputa com golfinhos, que não se relacionam bem como essa espécie.

O professor também comentou que o anequim é o tubarão mais feroz dos mares, mas que os banhistas não correm risco. Os adultos, que têm perfil de caça, não se aproximam da praia.