Breaking News

Dia Internacional do Fusca: Volkswagen mantém direitos sobre estilo icônico

https://conteudo.imguol.com.br/c/entretenimento/ad/2018/01/19/volkswagen-fusca-kdf-prototipo-1516385390577_v2_1170x540.jpg%22 


Celebrado desde 1995, o "Dia Internacional do Fusca" celebra a data de assinatura do contrato entre Ferdinand Porsche e a Associação Alemã da Indústria Automotiva, no ano de 1934. Foi esse contrato que levou ao desenvolvimento de um "modelo popular", que acabaria dando origem ao Volkswagen original no pós-Guerra.
No Brasil, porém, o "Dia do Fusca" é celebrado em data diferente, 20 de janeiro. Nosso blogueiro especializado em carros clássico, Rodrigo Mora, traz uma história sobre a escalada de preços de unidades raras do Fusca no Brasil.
De toda forma, essa data global terá um gosto diferente para a Volkswagen este ano. Segundo a agência "Automotive News Europe", o grupo alemão acaba de obter uma vitória crucial nos tribunais: o direito irrestrito de uso sobre o design icônico do "besouro".

 Linhas originais do Fusca no tribunal
Tribunal de Brunswick (Alemanha) deu ganho de causa ao Grupo Volkswagen em ação trazido pela filha de Erwin Komenda, engenheiro e designer que teria participado da construção do KdF, veículo que originou o Volkswagen original.
A filha de Komenda queria: indenização de 5 milhões de euros (cerca de R$ 22 milhões) pelo uso de linhas similares aquelas do Fusca original na geração mais atual (lançada no Brasil em 2012); limitação do uso das linhas icônicas.
Na ação, a filha de Komenda afirmava que o Novo Fusca ainda incorpora elementos do design definido por seu pai e utilizado em três gerações de um carro que vendeu mais de 22 milhões de unidades desde que entrou em produção em massa após a Segunda Guerra Mundial.
Para o tribunal de Brunswick, porém, o projeto original do Fusca não era assim tão original e se assemelhava a outros veículos do período. Também se decidiu que a autora não havia conseguido provar que seu pai havia participado do estilo do veículo KdF, produzido em 1938 com base no contrato assinado por Ferdinand Porsche quatro anos antes.
Austríaco, Komenda trabalhou com Ferdinand Porsche e para a Porsche da década de 1930 até o pós-Guerra. Ele morreu em 1966.
De toda forma, a Volkswagen já afirmou que o Fusca será aposentado globalmente em julho, quando a unidade de Puebla (México) vai entregar as últimas unidades. Não se sabe o que o futuro vai reservar para o carro mais emblemático do mundo, agora que os alemães estão focados em elétricos e autônomos.