Breaking News

10 motivos por que Toy Story é a melhor franquia de animação do cinema

 

É difícil encontrar uma franquia que tenha mantido um nível de qualidade tão alto quanto Toy Story. No cinema já é raro, no cinema de animação, simplesmente não existe competição para a quadrilogia da Pixar.
Aqui, listamos 10 motivos que comprovam a superioridade de Toy Story a qualquer outra franquia de animação no cinema.
Confira abaixo.

Os personagens

É impressionante como os personagens de Toy Story já nasceram icônicos. A começar pelos protagonistas Woody e Buzz Lightyear, praticamente representando o amor do cinema americano por faroeste e ficção científica, mas também expandindo com coadjuvantes divertidos e carismáticos, como Rex, Porquinho, Senhor Cabeça de Batata e Splinx. Foi algo mantido em todas as continuações, que ainda apresentaram Jessie, Lotzo e o já icônico Duke Caboom.
http://www.frivjogosonline.xyz/

O elenco vocal

Não basta ter excelentes personagens com design memorável sem um grande elenco por trás. Por mais que a dublagem nacional seja ótima, a Disney acertou em cheio ao contar com Tom Hanks e Tim Allen nos papéis principais, e a saga sempre trouxe grandes nomes como Joan Cusack, Kelsey Grammer, Michael Keaton e, recentemente, Keanu Reeves e a dupla Keegan Michael-Key e Jordan Peele.

Roteiros inteligentes

Quem nunca viu Toy Story não pode cometer o erro de achar que são meros filmes infantis. Em todos os quatro longas, temos uma exploração inteligente de temas maduros e complicados, principalmente na importância da amizade e a tristeza que abala aos brinquedos ao temerem o abandono – e isso vai ainda mais fundo em Toy Story 4, trazendo um personagem que rejeita sua própria existência.

O humor

Toy Story tem toda uma profunda exploração sobre amizade, abandono e existencialismo, mas é também uma série de filmes hilários. Todos eles trazem ótimas piadas e referências acertadas à cultura pop, especialmente da forma como coloca os brinquedos em estereótipos do cinema americano: com Buzz e Zurg replicando os conflitos de Star Wars e os brinquedos de Sunnyside sendo uma espécie de “máfia”.

Ligação direta com nossas emoções

É impossível não se emocionar assistindo a qualquer Toy Story. O investimento emocional que temos com os brinquedos de Andy é muito forte, provocado por um roteiro esperto e bem desenvolvido, então ver qualquer grande mudança ou transformação com esses personagens vai acabar nos arrancando lágrimas. Merecidas.
http://www.frivjogosonline.xyz/

É uma história para todos

Já falamos como Toy Story vai muito além do público infantil, e é impressionante como os filmes se tornam mais preciosos à medida em que crescemos. Entendemos melhor as referências e, à medida em que envelhecemos, notamos como a série é perfeita para se introduzir a um público mais novo. Toy Story é para todos.

Nunca teve um filme ruim

Isso é extremamente raro em qualquer franquia. Mesmo que Toy Story 4 não seja impactante e bem construído como os primeiros, ainda é um ótimo filme que garante grandes emoções. Os antecessores são filmes praticamente perfeitos em suas propostas, e isso é algo que poucas trilogias no cinema – e na animação, quase nenhuma – podem contar.

Animação em constante evolução

Assistir os quatro filmes de Toy Story em sequência é como testemunhar a evolução da animação 3D no cinema. De 1995 para 2019, vemos como a computação gráfica evoluiu de forma impressionante, de um experimento carinhoso, mas imperfeito no original, para níveis quase cinematográficos no mais recente filme.

As canções de Randy Newman

Quem pode se esquecer de “You Got a Friend in Me”, carinhosamente traduzido para “Amigo estou Aqui” no Brasil? Ao longo dos quatro filmes, o genial compositor Randy Newman trouxe canções lindíssimas para representar os personagens, e que quase transformam os longas em musicais. A franquia não seria a mesma sem ele.

Premiações

O primeiro Toy Story praticamente inaugurou a categoria de Melhor Animação no Oscar. Quando o primeiro filme foi lançado, a Academia concedeu um prêmio de conquista especial pelos efeitos visuais, e anos depois teríamos a nova categoria. Quando Toy Story 3 estreou, não só o longa foi premiado na categoria de Melhor Animação, como também foi indicado para Melhor Filme – feito que apenas A Bela e a Fera e Up: Altas Aventuras haviam realizado.