Breaking News

Separação de Neymar e Bruna teve bate-boca e "ultimato" do jogador

Reprodução/Instagram 
O último rompimento entre Neymar Jr. e Bruna Marquezine foi um dos mais tensos de todos, segundo pessoa próxima à família do craque, ouvida sob sigilo pela coluna nesta terça (22). Nos últimos anos os dois já se separaram cerca de cinco vezes (e reataram em quatro).

Ao contrário do que foi divulgado por alguns sites, o clima entre o casal azedou não por causa das opções políticas de ambos (ele supostamente apoia Bolsonaro; ela votou em Ciro Gomes), mas porque Neymar tinha certeza que Bruna tiraria licença da Globo em 2019 para que os dois finalmente casassem.

Conforme o UOL Esporte antecipou na semana passada, o fato de a atriz ter se recusado a mudar para Paris foi uma causa da separação.

A outra, segundo a fonte ouvida pela coluna, foi que Bruna pela segunda vez respondeu  "não" a um pedido de casamento de Neymar (o primeiro "não" da atriz aconteceu no ano passado).

Bruna, 23 anos, se acha muito jovem para casar e ter filhos --que é o desejo imediato de Neymar, 26 anos.

O segundo pedido teria ocorrido no início do mês, em Paris, durante uma visita dela à cidade.

Nos últimos 10 dias as trocas de mensagens entre os dois foi ficando mais tensa, até que Neymar decidiu dar um "ultimato": já que ela não queria casar com ele mesmo, então era melhor voltar a viver como solteiro. Houve bate-boca e, por fim, a separação.

Pessoas próximas ao casal já disseram que ambos são temperamentais, algo que os une e também afasta

Como esta coluna informou em 2017, nos últimos tempos Neymar prometeu "mexer pauzinhos" com amigos para ajudar Bruna em uma possível carreira internacional. Neymar tem boa relação com Vin Diesel, por exemplo.

Só um detalhe final: ninguém na família ou entre os amigos de Neymar acredita que a separação é definitiva.