Breaking News

"Não peguei a Márcia Imperator ainda, mas quero", diz Núbia Oliiver

Nubia Oliiver 

Núbia Oliiver mostrou no "Superpop" de segunda-feira (15) que está com a língua afiadíssima quando o assunto é sexo. A modelo e atriz falou de suas preferências na cama e o desejo por mulheres - entre elas, a ex-atriz pornô Márcia Imperator, em quem deu beijos na semana passada, durante a entrega do prêmio Sexy Hot.

"A gente deu uns beijinhos sim nesse prêmio. Gosto demais da Marcinha, exemplo de amiga. Não peguei a Marcinha ainda, mas eu quero, sempre falo isso pra ela. Quero muito! Ela é linda, fofa, mas não aconteceu ainda. Foi só um beijinho ali", garante.

Aos 45 anos, ela não descarta sexo a três e diz ser bastante procurada. "Tenho 95 de preferência masculina, é que ultimamente as mulheres tem me notado um pouco mais. A mulherada está caindo matando. Estou em uma fase muito boa de poder escolher", disse ela, que revelou ao UOL no início do mês ter participado de uma ménage com a ex-BBB ​Natália Casassola.

E, como há procura, segue critérios. "Tenho preferido sim pessoas que tenham me dado algo em troca. Não sou garota de programa e não teria problema se fosse, tenho várias amigas que são", afirma, rebatendo as críticas pela quantidade de parceiros sexuais.

"Se eu tenho 45 anos, 30 de sexo, acha que 400 parceiros é muito? É hipocrisia. Quando o [Mr.] Catra falou seus números, todo mundo aplaudiu. Eu tenho o mesmo direito de falar. Quando iniciei minha vida sexual acelerei e desci a ladeira", assume.

Núbia precisou lutar para vencer sua compulsão por sexo, pois chegava a ir para cama com quatro pessoas diferentes em um mesmo dia. "É uma coisa muito sofrida. Fazer sexo por fazer, sem qualidade, é muito ruim. Eu me tratei durante um ano, naquela época tinha 18, era difícil ter esse diagnóstico em cidade do interior. A gente não tinha essa autonomia de a mulher entrar na farmácia e comprar camisinha".

Sem dizer o nome, ela deu detalhes do namoro com uma atriz global. "É verdade. Ela não quer ser exposta. É das antigas, da minha época, mas não gosto de falar. Namorei, morei junto, fui apaixonada, liguei para a minha mãe para contar. Terminou por ciúmes, foi uma coisa muito sofrida. Eu fazia novela em 1996, 1997, não gostava e ela dava a alma por esse mundo. Foi um grande envolvimento, uma grande paixão".

E se depender do apetite sexual, a lista de parceiros vai aumentar. "Eu uso as partes íntimas, quero que elas tenham vida longa. São 30 anos de uso, vamos cuidar da bichinha. Quero mais 40 de uso. Está bonitinha, sempre agradou", comenta.