Breaking News

Saiba se você tem intolerância ao glúten

O glúten está presente em massas como o pão, o macarrão, o bolo e a bolacha, mas não é um carboidrato, e sim uma proteína. Na verdade, um conjunto delas. O glúten é a combinação de dois grupos de proteínas: a gliadina e a glutenina, encontradas dentro de grãos de trigo, cevada e centeio – mais precisamente no endosperma, a reserva nutritiva do embrião da planta.
O glúten faz parte do nosso dia a dia.
São pães, bolos, pizzas, macarrão, biscoitos, bolachas, enfim, uma grande variedade de produtos com glúten.
Naturalmente, os alimentos com glúten só podem estar entre os mais consumidos em todo o mundo.
Mas o pior é que comemos sem prestar atenção aos sintomas que se sucedem depois de consumir essa substância.
Por isso muitos adultos são alérgicos ou intolerantes ao glúten e desconhecem.
O que não é à toa, pois os sintomas de alergia ou de intolerância ao glúten são muito diversificados.
E geralmente esses sintomas são interpretados como sinais de outras doenças, levando a erros de diagnóstico.
Observe, porém, que alguns dos sinais de alergia ou intolerância ao glúten são bem comuns, ou seja, costumam aparecer na maioria das pessoas que têm problemas com essa substância.
E, se tiver dois ou mais desses sinais, é bom investigar junto ao seu médico, pois você provavelmente é alérgico ou intolerante ao glúten.
Aqui estão os dez mais comuns:
1. Digestão lenta ou indigestão
Um dos principais sintomas da alergia ou intolerância ao glúten são problemas digestivos.
Entre eles, intestino irritável, dor de estômago, inchaço e gases.
Isso simplesmente ocorre porque, quando o corpo não pode digerir o glúten, a substância provoca vários problemas no sistema digestivo.
2. Dor de cabeça
Outro sinal de uma possível alergia ou intolerância ao glúten são dores de cabeça crônicas, que podem variar de leves a enxaquecas fortes.
Neste caso, a dor ocorre com mais frequência do que o habitual e, especialmente, depois de consumir qualquer alimento com glúten.
Se você sofre de dor de cabeça constante, preste atenção quando ela começar e observe se existe possibilidade de estar relacionada com o consumo de glúten.
3. Fadiga crônica
Se você sentir cansaço constante, apesar de não feito qualquer esforço ou atividade, acenda o sinal vermelho para uma possível incompatibilidade com o glúten.
A fadiga é um sintoma comum a deficiência de nutrientes, mas, se você sofre de alergia ou intolerância ao glúten, ela também pode se manifestar.
4. Confusão mental ou pensamento lento
Alergia ou intolerância ao glúten pode perturbar a atividade do cérebro.
Você pode sentir tonturas, visão turva, dificuldade de concentração ou lentidão mental.
Esses sintomas comumente são confundidos com estresse, fadiga ou idade.
5. Dor nas articulações
A alergia ou intolerância ao glúten geralmente provoca inflamação em todo o corpo, causando dores nas articulações.
6. Debilidade no sistema imunológico
Se sentir uma diminuição em suas defesas, ou seja, você fica mais doente do que o habitual, o seu corpo pode estar se enfraquecendo diante de uma alergia ou intolerância ao glúten.
7. Depressão
Alergia ou intolerância ao glúten também provoca doenças nervosas.
O paciente tende a se sentir mais deprimido, ansioso, irritado e pode sofrer alterações bruscas de humor.
8. Doenças na pele
Como uma reação ao glúten, o corpo pode se manifestar por meio de coceira e irritação na pele, erupções cutâneas, eczema, psoríase, queratose pilar ou erupções cutâneas em geral.
Os locais mais comuns desses problemas são coxas, braços e rosto.
9. Predisposição a cáries
Quando há alergia ou intolerância ao glúten, os dentes ficam enfraquecidos, o esmalte torna-se mais permeável e há maiores chances de cáries.
Além disso, toda a saúde oral é afetada, podendo ocorrer feridas dolorosas na boca.
10. Desordem hormonal
Os hormônios também podem ser severamente afetados pelo glúten, especialmente os níveis de estrogênio.
Isso afetará os períodos menstruais e provocará mudanças no peso, diminuição ou aumento.
O que fazer?
Se você tiver mais de um desses sintomas, é necessário fazer uma visita ao médico e manifestar a sua preocupação.
Certamente ele vai pedir alguns exames, como o teste para saber se o seu corpo tem algum nível de doença celíaca.
Também fará alguns testes de alergia e exames gástricos.
Dessa forma, seu médico será capaz de obter um bom diagnóstico e iniciar o tratamento.
Mas você mesmo pode dar o primeiro passo.
Experimente uma dieta livre de glúten por alguns dias.
Se sentir alívio e os sintomas desaparecerem, é quase certo que você têm problemas com o glúten.
Diante disso, converse com seu médico ou nutricionista para que o oriente melhor sobre a sua alimentação.
Veja a seguir uma lista com os principais alimentos que contêm glúten em sua composição:
Trigo e todos produtos derivados do trigo;
Aveia (ela em si não possui glúten, mas pode ser processada junto com ele)
Centeio;
Espelta
Cevada;
Farinha de trigo;
Sêmola;
Pão, torrada, bolacha, biscoito, massas, bolos e pizzas;
Cerveja;
Salgadinhos;
Gérmen de trigo, triguilho, sêmola de trigo;
Ketchup, maionese, shoyu;
Embutidos como salsicha e linguiça;
Temperos industrializados;
Cereais, barrinha de cereais, xaropes;
Molhos e condimentos industrializados ;
Alguns remédios;
Vinagre de malte;
Alguns molhos de salada;
Feijão enlatado;
Sorvete;
Café aromatizado ;
Vodka;
Alguns hambúrgueres vegetarianos;
Nozes torradas;
Alimentos empanados;
Taboulé;
Queijo processado;
Batata congelada;
Sopas industrializadas;
Almôndegas industrializadas;