Breaking News

Paulo Gustavo explica piada envolvendo padre: “Eu não ofendi a Deus”

 

O comediante Paulo Gustavo publicou em seu Instagram, na terça-feira passada (3), um vídeo dos bastidores de “Minha Vida em Marte”, longa-metragem do qual participa, com lançamento previsto para dezembro.
Na cena, Paulo (talvez “na pele” do personagem) pede a um padre que celebre seu casamento com outro rapaz. O trecho acabou gerando controvérsia por, numa visão simplista, fazer piada com a Bíblia.
Por que que não pode? Quem escreveu essa Bíblia? Tá desatualizado isso. Se Jesus Cristo fosse vivo hoje, estava no show de Pabllo Vittar. Com certeza. Tá todo mundo indo, menino! Quem é que está mandando a gente para cá? Eu, Pabllo Vittar, hoje em dia está nascendo um monte de bi. Cheio de fluído. Quem tá mandando os fluídos pra cá? É Deus. Então por que eu não posso casar na Igreja? Casa logo eu. Deixa de ser bobo. Larga disso!”, diz.
Por conta da repercussão negativa, Paulo Gustavo fez uso, outra vez, do Instagram, para se justificar: “Meu vídeo sobre o casamento na igreja foi a forma que eu encontrei, através do humor, de fazer uma reflexão sobre como vejo o mundo e determinadas questões. […] Se Jesus fosse vivo hoje, de carne e osso, poderia sim estar no show do Pabllo Vittar, tal como em qualquer outro show, de qualquer outro artista. Isto porque ele foi quem entendeu que todos eram iguais, merecedores do mesmo respeito, do mesmo amor, independente de condição, cor, ou gênero”.
Eu não ofendi a Deus. Quem ofende a Deus são todos que, em nome dele, cometem discriminação e disseminam ódio. Eu só tenho a agradecer a Deus porque ele sempre foi muito bom comigo, me dando saúde para trabalhar, me deu honestidade para com a vida e para pagar todos os meus impostos corretamente, me deu generosidade para ajudar meus amigos e sustentar minha família”, completou Paulo.