Breaking News

Jovem é preso após invadir casa e acordar casal para pedir a senha do WiFi


A polícia da cidade de Palo Alto, sul dos Estados Unidos, informou nesta semana que prendeu um jovem de 17 anos acusado de invadir a casa de um casal de idosos. O mais curioso é que o potencial assaltante entrou na residência durante a madrugada do último domingo (22) e acordou os dois moradores para, acredite, solicitar o uso do WiFi.
Segundo comunicado divulgado à imprensa pela polícia local, o jovem invadiu a casa encapuzado após cortar a proteção de uma janela lateral e, depois de acordar o casal para pedir a senha da internet, foi empurrado para fora da residência — ninguém ficou ferido durante a ação. A vítima, então, chamou a polícia, que deteve o suspeito na região.
No momento de sua prisão, o jovem tinha uma camiseta preta enrolada no pescoço, provavelmente o “capuz” usado por ele durante a ação alguns instantes antes. A polícia informou que inicialmente o jovem mentiu sobre a sua identidade, mas não tinha qualquer arma sob sua posse e não revelou as razões que o levaram a invadir a residência.
Os únicos sumiços notados pelas vítimas foram de duas facas de cozinha, que não foram encontradas em posse do jovem. De qualquer maneira, ele foi detido sob acusação de assalto à residência, perambular em domicílio alheio e oferecer informações falsas a um oficial.
Na tarde de domingo, a polícia recebeu um chamado de roubo de bicicleta na mesma região. As autoridades, então, ouviram das vítimas que um homem invadiu a residência na noite de sábado (21) para solicitar o uso do WiFi porque estava “sem dados móveis”. Os moradores pediram que invasor se retirasse e ele foi embora em uma bicicleta, mas só no dia seguinte o homem que reside no local se deu conta de que a sua própria bicicleta havia sumido do quintal.
O veículo foi retornado ao seu dono após ser encontrado em um local próximo de onde a polícia prendeu o jovem. Diante do novo fato, os investigadores solicitaram ao gabinete do Procurador Distrital que incluísse a acusação de “pequeno furto” contra o suspeito.