Breaking News

Este jogador foi expulso sem ter jogado nem um minuto sequer na Copa

nikola kalinic croacia

Para um jogador de futebol profissional, não há aspiração maior do que ter um espaço na seleção de seu país e representar a nação em uma Copa do Mundo - o torneio mais importante e prestigioso da modalidade a nível de seleções nacionais.

O atacante croata Nikola Kalinić, atualmente jogador do AC Milan, da Itália, desfrutou o privilégio de vestir a camisa xadrez vermelha e branca de seu país desde que jogava em categorias de base, e chegou a se destacar em torneios como a Copa UEFA sub-17, realizada em 2005, e a sub-19, em 2006.




Em 2008, Kalinić estreou no time profissional da seleção e desde então tem sido chamado para ser reserva do ataque croata. Em 2018, ao ser convocado pelo treinador Zlatko Dalić, o jogador finalmente fez parte dos 23 atletas convocados para uma Copa do Mundo, já que em 2010 o time não se classificou para o mundial disputado na África do Sul e em 2014 Kalinić não foi chamado para participar do torneio sediado no Brasil.
Que forma melhor de celebrar seu decimo aniversário na seleção nacional do que fazendo sua estreia com a Croácia na Copa do Mundo, não é mesmo? Pois isso esteve a um passo de acontecer. Mas não aconteceu.

Circunstâncias misteriosas determinaram que Kalinić deixasse de estrear na Copa do Mundo, como também fosse enviado de volta para casa, removido do time, sem que houvesse jogado um minuto sequer na competição.

Um breve passeio na Rússia

 

A Croácia abriu sua participação na Copa do Mundo da Rússia enfrentando a Nigéria em Kaliningrado, em uma partida que dominou e ganhou facilmente por 2 a 0. O segundo gol do time europeu, feito por Luka Modrić em uma cobrança de pênalti, aos 26 minutos do segundo tempo, praticamente selou o destino do jogo, deixando a Nigéria sem reação.


Assim, quando o treinador chamou Nikola Kalinić para entrar em campo, não havia mais jogo - e tampouco pressão - para disputar e restavam apenas cinco minutos para o fim da partida.
Surpreendentemente, Kalinić se negou a jogar, dizendo ao técnico que estava com dor nas costas. Porém, depois da partida, os médicos da equipe croata examinaram o jogador e asseguraram que não havia nenhuma lesão, o que fez com que a comissão técnica da Croácia retirasse Kalinić do elenco de jogadores e não contasse com ele para o resto do Mundial.

Isto faz com que a Croácia seja a primeira seleção a perder um jogador por razões externas e a primeira que conta com 22 atletas em seu elenco no lugar de 23.

As razões de Kalinić para ter manifestado dor nas costas durante o jogo não foram esclarecidas. Estaria nervoso? Teria acreditado que merecia mais tempo do que cinco minutos em um final de jogo?

Aparentemente, esta não foi a primeira vez em que ele utilizou de desculpa semelhante para se ausentar. O técnico Dalić revelou que o jogador havia negado a seguir suas ordens durante outros encontros e também no último treinamento antes da partida contra a Nigéria.

De acordo com o treinador, o jogador foi afastado do elenco porque "necessita-se de atletas que estejam preparados e saudáveis para ajudar a equipe. Em três ocasiões ele não esteve disponível quando o necessitamos (...) Assim, tivemos que tomar esta decisão."

Nikola Kalinić havia marcado três gols para a Croácia durante as eliminatórias para a Copa do Mundo 2018 da Rússia.