Breaking News

Esses brasileiros estão em outras seleções na Copa: veja quem "trocou" de camisa

montagem jogadores brasileiros copa 062018 400x800
Manuel Queimadelos Alonso/Getty Images
A Copa do Mundo 2018 tem alguns jogadores que defendem uma seleção de um país diferente daquele em que nasceram. Nessa edição, o Mundial reúne 736 jogadores, mas pasmem, 80 deles (um pouco mais de 10%) não irão defender a camisa de seu país de origem. E tem alguns brasileiros nessa conta!
Acontece que muitos jogadores optam por representar o país em que cresceram, ou fez carreira, ao invés daquele em que nasceu. E a FIFA proíbe os jogadores de representarem mais de um time em competições internacionais oficiais. Assim, quem opta por um país, não poderá representar outra camisa em uma próxima edição do campeonato.

Jogadores da Copa 2018 que "trocaram" de seleção

Brasileiros que não vão jogar pelo Brasil na Copa

A Seleção Brasileira é uma das únicas compostas somente por pessoas que nasceram em seu país, assim como Alemanha, Colômbia, México, Bélgica e Coréia do Sul. Porém, há alguns nascidos no Brasil jogando por outras seleções na Copa da Rússia.

Rodrigo Moreno

rodrigo jogador espanha copa 062018 400x935
Manuel Queimadelos Alonso/Getty Images
Filho do jogador Mazinho, Rodrigo é naturalizado espanhol e atua como atacante. Por conta de ser mais conhecido na Espanha, o jogador de 27 anos optou por defender a camisa do país.

Diego Costa

diego costa jogador copa 062018 400x2100
Manuel Queimadelos Alonso/Getty Images
O sergipano Diego Costa chegou a ser chamado para jogar pelo Brasil em 2014, mas optou pela Espanha, onde tem mais destaque como jogador.

Pepe

pepe jogador copa 062018 400x2100
David Ramos/Getty Imagem
Képler Laveran, mais conhecido como Pepe, defende a camisa de Portugal, onde começou sua carreira internacional no futebol.

Thiago Cionek

thiago jogador copa 062018 400x2105
Tullio M. Puglia/Getty Images
Thiago nasceu em Curitiba, Paraná. Em 2011, Thiago conseguiu a cidadania Polonesa e desde 2014 atua pela Seleção do país.

Mário Fernandes

mario fernandes jogador copa 062018 400x2555
Ryan Pierse/Getty Images
O lateral chegou a recusar a Seleção brasileira quando foi convocado por Mano Menezes para jogar um amistoso. Alguns anos depois conquistou a cidadania russa e começou a jogar pela Seleção do país.

Representantes de países fora da Copa estão jogando

Alguns países que nem disputam o mundial – como Itália, Holanda, Canadá e Camarões – terão representantes de suas nacionalidades em campo na Rússia.
montagem thiago alcantara samuel umtiti copa 062018 400x800
Aurelien Meunier/Getty Images
É o caso de Thiago Alcântara, que aparece à esquerda na foto acima. Ele nasceu na Itália, tem cidadania brasileira (por ser filho do jogador Mazinho), e no final defende a seleção da Espanha na Copa.
Situação parecida é a de Samuel Umtiti, à direita na imagem, que representa a França no campeonato, mas nasceu em Camarões.

Seleções que mais têm estrangeiros convocados

Marrocos

Depois de 20 anos fora da Copa, o Marrocos disputa a edição de 2018 com apenas 6, dos 23 jogadores convocados, nascidos no país. É a seleção com o maior número de estrangeiros.
Nordin Amrabat
nordin amrabat copa 062018 400x815
Alex Livesey/Getty Images
É o caso de Nordin Amrabat, que aparece na foto acima. Ele é um dos jogadores do Marrocos que não nasceu por lá. Original da Holanda, o atacante joga no time espanhol CD Leganés.
Além disso, a equipe ainda conta com Medhi Benati (nascido na França), Manuel da Costa - que também nasceu na França mas possui cidadania Portuguesa e irá representar o Marrocos nessa Copa - Sofyan Amrabat (da Holanda), Munir e Hakimi (da Espanha).

Suíça

A Suíça também é uma Seleção que chama a atenção por formar um time com diversas nacionalidades, principalmente pelo momento de votação contra imigração que o país passa. Dos 23 convocados por Petkovic, 15 são estrangeiros ou possuem descendência de outro país.

Xherdan Shaqiri

xherdan shaqiri copa 062018 400x895
Gareth Copley/Getty Images
Xherdan Shaqiri, a estrela do time que aparece na imagem acima, nasceu em Kosovo. Além dele, estão os estrangeiros Johan Djouro e Breel Embolo (da África) e Ricardo Rodríguez (do Chile).

Outros países

  • Tunísia - Mouez Hassen e Anice Badri (França)
  • Senegal - Mouez Hassen (Espanha), Lamine Gassama (França)
  • Sérvia - Alesksandar Prijovic e Milos Veljkovic (Suíça)
  • Nigéria - Brian Idowu (Rússia), Tyronne Ebuehi (Holanda)
  • Islândia - Frederik Schram (Dinamarca), Kari Arnason (Suécia)
  • Inglaterra - Raheem Sterling (Jamaica)
  • Argentina - Gonzalo Higuaín (França)
  • Irã - Saman Ghoddos (Inglaterra)